Operação de resgate do Barco Cisne Branco


Desde a tragédia ocorrida no dia 29 de janeiro que adernou a embarcação Cisne Branco, todos os trabalhos estão voltados ao processo de reflutuação. A parte mais difícil já foi realizada que foi colocá-lo "em posição".


Hoje (23.02) a embarcação está "aprumada" (em posição) para ser trazida a tona permitindo o bombeamento da água que está em seu interior, com bombas de sucção de água com vazão de 75m3 por hora, para que ele volte a flutuar. As equipes de trabalho têm no momento 14 bombas disponíveis.


Conforme a proprietária do Cisne Branco, Adriane Hilbig, "esta é uma etapa igualmente delicada e vagarosa, e está sendo realizada com todo cuidado e técnica para que o casco da embarcação (parte estrutural) continue íntegro".


Na semana que passou foram colocadas 120 bombonas de ar no deck inferior da embarcação, diminuindo o volume de água interno e auxiliando na flutuabilidade. Durante esta semana, a Empresa Grega Shipping colocará 4 flutuantes de ferro (17m comprimento x 1,20m de diâmetro) embaixo da embarcação, formando uma espécie de dique flutuante (http://gregashipping.com.br/site/servicosDetalhe3.asp) para permitir as próximas manobras que visam suspender a embarcação em aproximadamente 2,5m.

Depois disto as bombas de sucção serão colocadas em pontos estratégicos para retirar a água que ainda estará dentro dele, permitindo a reflutuação.


"Por tratar-se de um trabalho delicado e cuidados, não há como estimar o número de horas que serão necessárias para a conclusão do processo", afirma Adriane.


Destaque
Recentes
Arquivo
Tags

​​​​© 2018 por Doxxa | Conteúdo e Relacionamento

CONTATO:

 

SIGA:

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle